A contabilidade é a base para qualquer empresa, mas aquela imagem que muitos tinham do contador em uma sala, sozinho, envolto à papelada, apenas para calcular os impostos, virou passado. Hoje a atividade desse profissional deve ser muito mais dinâmica e constantemente atualizada.

Um contador exerce inúmeras funções, estando presente no dia a dia da empresa e sendo um suporte muito importante para diversos setores. E, aos poucos, grande parte dos empresários estão percebendo a importância desse profissional na sua empresa.

Por meio de relatórios periódicos, a contabilidade pode mostrar a realidade do seu negócio e auxiliar na tomada de decisões estratégicas para o seu empreendimento.

Você percebe a importância dele para o seu negócio? Sabe analisar que perfil de profissional vai estar preparado para atender as necessidades da sua empresa? Veja 5 dicas de como contratar bom contador!

1. Verifique o registro do CRC

Para que um profissional de contabilidade esteja habilitado a responder legalmente por suas atribuições, é necessário que ele possua o registro do Conselho Regional de Contabilidade.

Todo estudante de Ciências Contábeis é orientado a realizar o exame de suficiência quando estiver próximo de concluir o curso. É um item básico, mas muitos ainda exercem a profissão de contador de forma ilegal, sem possuir o registro.

Mas atenção: não podemos confundir essa ilegalidade com o exercício ilegal da profissão. Independentemente de possuir ou não o registro, todos podem trabalhar na área contábil, mas responder legalmente pelas informações prestadas para o governo é uma função que apenas o contador com CRC ativo pode fazer.

É essencial que você verifique se seu candidato está em dia com o seu registro e apto a exercer a função.

2. Analise os Relatórios

Defina desde a contratação quais os relatórios que serão gerados de acordo com a necessidade da empresa, fuja daquele contador que lhe enviará o Balanço Patrimonial apenas no fim do exercício.

Para que a contabilidade seja atual é necessário que o contador aja de forma gerencial, apresentando relatórios mensais ou periódicos, que vão lhe assessorar em tempo hábil para a tomada de decisões.

As demonstrações contábeis, assim como relatórios pertinentes a folha de pagamento, serão utilizadas para gerenciar suas finanças. É a partir desses relatórios que você poderá analisar indicadores financeiros de como anda sua gestão. Mas do que adiantarão todas essas informações se elas não chegarem a tempo?

Cabe a você definir juntamente com seu contador os prazos e os tipos de relatórios que serão emitidos.

3. Consulte os serviços prestados

Na maioria das vezes, quando você entrevista uma pessoa para o cargo de contador, ele já sabe quais serão suas funções.

Logo, você terá que identificar qual candidato prestará um melhor serviço, qual perfil será mais eficiente para sua empresa.

Você terá a oportunidade de optar por um profissional que faz a contabilidade tradicional, apura os impostos e lhe entrega em dia a folha de pagamento, ou pelo profissional que, além disso, é capaz de apresentar uma consultoria em diversos assuntos. A escolha será sua.

Um contador deve estar a par de tudo que acontece na empresa, assessorando em diversos setores, estando disposto a orientar você quando precisar investir, estando atento aos prazos de pagamento e de que forma pode viabilizar seu fluxo de caixa.

O setor de departamento pessoal tem muito a ganhar se estiver integrado com o seu contador, ele ajudará em cálculos da folha, análise sindical, além de toda burocracia demandada da parte trabalhista. Ouvi-lo é extremamente importante, pois pode evitar problemas futuros como processos trabalhistas e multas relacionadas a isso e para isso é preciso confiar em suas habilidades.

Um bom contador será um parceiro da sua empresa, mostrando como a definição de preço pode alterar sua margem de lucro, orientando como deve ser a escolha de fornecedores e como isso interfere diretamente nos possíveis créditos de tributos. Além de realizar um planejamento tributário condizente com a realidade da sua empresa, com intuito de diminuir as despesas.

4. Veja como ele se mantém atualizado

Independente da área de atuação, o profissional deve estar sempre se atualizando. Na contabilidade isso é ainda mais importante, pois além de exercer sua profissão dentro dos princípios da contabilidade, deve estar atento às Resoluções e Normas emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade e aos Pronunciamentos Contábeis emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis, além de acompanhar as constantes mudanças nos setores tributário e previdenciário.

Com isso é necessário que seu contador esteja em aperfeiçoamento contínuo.

Essa atualização pode ser feita, por meio de:

  • cursos;
  • leituras;
  • palestras;
  • eventos da área.

Entre outras, tudo isso agregará valor à sua atuação. 

Quando se fala em atualização, devemos pensar não somente na questão do ensino, mas também em como a tecnologia interfere diretamente na profissão.

A contabilidade realizada de forma manual está ficando para trás.

Cabe ao contador identificar os melhores sistemas que poderão integrar as informações contábeis com a área gerencial da empresa, como a informática pode dinamizar os processos internos, diminuindo o risco de informações equivocadas.

Além de integrar os demais setores da empresa a informatização é necessária também em âmbito fiscal, podemos utilizar como exemplo o SPED (Sistema Público de Escrituração Fiscal), que influencia de forma decisiva a atuação dos contadores.

5. Consulte suas experiências

Como você deve ter percebido, o contador será peça-chave na sua empresa, terá informações privilegiadas e, muitas vezes, confidenciais.

Então, consulte as experiências anteriores do profissional, como foi sua atuação em outras empresas. Receber indicações de outros empresários já demonstra um bom sinal. 

O contador será sua pessoa de confiança, é necessário que você tome todas as informações necessárias para estar seguro e confortável com a sua contratação.

Essas são algumas dicas que poderão ajudar você a identificar os diferencias necessários para um bom contador, sua decisão será imprescindível para o bom andamento do restante da empresa.

Junto a todas essas dicas fica mais fácil alcançar sucesso na contratação de um bom contador para a sua empresa. Um bom profissional, diferenciado, saberá usar sua experiência e sua formação em prol do seu negócio, com isso os benefícios virão em um futuro próximo.

Gostou desse post sobre como contratar seu contador? Encontrou dicas que lhe ajudarão na sua seleção?

Então curta nossa página no Facebook e receba diariamente conteúdos para seu aperfeiçoamento.

Confira também:

https://materiais.contabilrio.com.br/guia-imposto-a-recuperar-e-recolher

Kyvya Revoredo
Kyvya Revoredo é contadora, pós-graduada em comércio exterior pela UES. Gerencia a Contábil Rio, empresa com tradição no mercado de contabilidade desde 1955, executando um trabalho estratégico e utilizando as melhores práticas de redução de custos para as empresas.
Como contratar um bom contador?
5 (100%) 1 vote