Ter uma boa saúde financeira é fundamental para qualquer empresa sobreviver e se manter competitiva no mercado — no setor de franchising essa necessidade ainda é maior, pois existem custos, como royalties, marketing e outros. Por isso, contar com uma boa contabilidade nas franquias é fundamental.

É por meio dessa atividade que a empresa se mantém em dia com as obrigações tributárias e outras questões legais, além de ser possível conseguir descontos especiais e facilidades para alavancar o capital financeiro.

Porém, lidar com toda a complexidade do negócio já é um grande desafio, e nem todo empreendedor conhece a fundo ou tem disponibilidade para acompanhar de forma minuciosa todos os processos contábeis.

Se esse for o seu caso, não se preocupe! Este artigo mostrará como é realizada a contabilidade nas franquias, a sua importância e se vale a pena terceirizar o serviço. Acompanhe a leitura e confira!

Como é feita a contabilidade nas franquias?

Entender como funciona o processo dentro das franquias é importante, pois os aspectos contábeis desse tipo de negócio são diferentes dos comércios tradicionais. Para que tudo seja realizado de forma correta, é essencial seguir o que foi inserido no contrato majoritário.

É preciso levar em conta que as franquias carregam a bandeira de uma marca específica, que existem legislações fiscais, societárias e contábeis próprias, sem contar que a folha de pagamento e outros grupos de despesas precisam respeitar os percentuais projetados no fluxo de caixa para obter o retorno do investimento no tempo estimado.

Além dos fatores citados, o empresário precisa ficar atento à valorização e à participação nos lucros e no imposto de renda. Diante de tantas minúcias, terceirizar a contabilidade é uma ótima opção para o franqueado, pois contribui para o acompanhamento contábil, organização dos dados e divulgação dos números, facilitando a gestão do negócio.

Qual é a importância da contabilidade nas franquias?

Conforme falamos, a contabilidade nas franquias não é como nas empresas convencionais — é um trabalho muito mais complexo, pois a maioria dos aspectos burocráticos envolvidos são diferenciados. Veja agora por que esse processo é importante para o desenvolvimento do negócio.

Facilita o planejamento e evita multas

Sem essa atividade especializada, muitas unidades acabam não desenvolvendo um planejamento fiscal e tributário. A falta de planejamento pode acarretar grandes prejuízos, pois os custos com tributos, além de serem obrigatórios, não impactam somente na parte financeira, como também na credibilidade da empresa, fazendo com que perca créditos no mercado.

Aumenta a capacidade de investimento

Com uma contabilidade saudável, a franquia pode conseguir investimentos para pesquisa e inovação, bem como para o treinamento das equipes — fator extremamente necessário para garantir um padrão excelente e a motivação dos colaboradores.

Gera relatórios para a tomada de decisões

Essa é, sem dúvidas, a principal função do gestor: tomar decisões. Quanto mais informações disponíveis, maior a capacidade de acertos e, consequentemente, de alavancar o resultado da rede.

Como dito por William Edwards Deming, tido como o pai da gestão da qualidade, “não se gerencia o que não se mede e não há sucesso no que não se gerencia”.

Logo, contar com relatórios contábeis é essencial para gerir a franquia e garantir os resultados esperados. Vale ressaltar que as decisões relacionadas a questões financeiras são as mais importantes para o negócio, pois determina a sua sobrevivência no mercado.

Permite o acompanhamento dos franqueados e investidores

A franquia não deve ser encarada como um negócio individual. Quanto mais a marca cresce, mais notoriedade ela ganha e maior o retorno para cada unidade da rede. A contabilidade terceirizada também ajuda nesse sentido, pois garante dados precisos, o que facilita a consolidação e o acompanhamento para os franqueados, franqueadores e investidores.

Permite identificar quando virá o retorno

Ao abrir uma franquia, um dos principais itens que o empreendedor analisa é o tempo de retorno do investimento. Afinal, ele precisa comparar com outros tipos de investimento e analisar se o negócio vale a pena. O empresário pode ter uma previsão do tempo que terá o retorno do seu investimento ao contar com uma equipe qualificada.

Mostra como está a evolução do negócio

Por meio dos indicadores contábeis é possível identificar se a empresa está tendo lucro ou prejuízo, se a margem de lucro é a esperada, se o ponto de equilíbrio foi atingido, quais são os principais custos e muito mais.

Assim, é possível verificar como está a evolução e, caso necessário, a criação de planos de ação, possibilitando a melhoria contínua da unidade.

Por que terceirizar o serviço de contabilidade nas franquias?

Quando uma marca é muito grande e há várias unidades, nem sempre o franqueador consegue oferecer um suporte adequado para as lojas franqueadas. Assim, a terceirização do serviço entra como excelente opção para as unidades que não conseguem realizar esta etapa individualmente.

Ao contratarem especialistas, os franqueados podem agregar conhecimento, pois a empresa terceirizada não apenas realizará os cálculos devidos sobre contabilidade, como também passará orientações sobre de que forma o franqueado deve agir para garantir a saúde financeira da unidade. Afinal, se as medidas certas forem tomadas diariamente, o trabalho contábil será muito mais efetivo, além de facilitar o serviço com o fornecimento correto de dados e informações.

Outro ponto a favor da terceirização é o respaldo que a franquia terá no mercado. Uma empresa especializada e sem vínculos se manterá completamente imparcial durante o processo, descartando possibilidades de fraudes ou erros propositais, como proteção aos colegas ou desvios contábeis.

Quais são os cuidados ao escolher a empresa terceirizada?

Como em qualquer contratação de serviço, é preciso tomar alguns cuidados antes de terceirizar a contabilidade da empresa. É sempre importante considerar alguns pontos para evitar dores de cabeça no futuro. Por isso, é indicado avaliar questões como:

  • formação da empresa;

  • tempo de experiência no mercado;

  • histórico de trabalhos anteriores;

  • certificações dos profissionais que trabalham na empresa;

  • quantidade de reclamações;

  • capacidade de adaptação aos clientes.

É interessante também sempre optar por uma empresa e não um profissional isolado. Por mais capacitado que seja, uma única pessoa ficará sobrecarregada com todas as demandas contábeis de uma franquia, o que pode resultar em falhas e atrasos. Além disso, para concentrar tanto trabalho, o profissional pode pedir um valor alto, deixando o serviço mais oneroso.

A contabilidade nas franquias exige máxima atenção, pois contém regras específicas que não podem ser tratadas como em organizações normais. A complexidade burocrática demanda um conhecimento específico e somente empresas qualificadas conseguirão desenvolver um serviço apropriado, aliado a um baixo custo. Aplique as dicas citadas, melhore o controle financeiro de sua unidade e aumente o seu lucro.

E aí, gostou do artigo? Está considerando contratar um serviço terceirizado de contabilidade para sua empresa? Então, entre em contato conosco, nós podemos ajudar você!

Confira também:

Kyvya Revoredo
Kyvya Revoredo é contadora, pós-graduada em comércio exterior pela UES. Gerencia a Contábil Rio, empresa com tradição no mercado de contabilidade desde 1955, executando um trabalho estratégico e utilizando as melhores práticas de redução de custos para as empresas.
Contabilidade nas franquias: como funciona, características e mais!
5 (100%) 1 vote