Os indicadores de desempenho financeiro são muito mais que simples números, índices ou percentuais que servem para demonstrar determinada realidade da instituição. Eles são uma ferramenta de gestão que deve ser utilizada para contribuir com o real crescimento de uma empresa.

Por meio deles, é possível verificar a situação da gestão financeira do seu negócio, eventuais gargalos ou, ainda, oportunidades de melhoria que podem elevar a capacidade de geração de lucro da sua empresa.

No artigo de hoje, apresentaremos a importância, bem como os principais indicadores de desempenho financeiro de um negócio. Confira!

O que são indicadores de desempenho financeiro?

Indicadores de desempenho financeiro são medidas extraídas de números sobre a sua empresa. Eles podem ser calculados com base em demonstrações contábeis, como balanços, DREs e demais demonstrativos.

Para tanto, é imprescindível ter um bom serviço de contabilidade regular, bem como registrar todos os atos e os fatos que movimentam o setor financeiro da sua empresa. Caso contrário, você não terá dados suficientes para identificar os indicadores.

Afinal, não é possível extrair índices de dados inexistentes. Além disso, é preciso ter um enorme cuidado quanto à veracidade das informações geradas na sua empresa. Caso elas não sejam 100% compatíveis com a realidade, o cálculo dos indicadores estará errado. Consequentemente, você avaliará números incorretos e tomará decisões equivocadas.

Qual é a importância desses indicadores para a gestão da empresa?

A importância dos indicadores de desempenho financeiro pode não ser tão visível para alguns empreendedores, já que muitos sequer conhecem esses elementos. A falta de informação útil e correta contribui para essa falha.

É importante que o gestor entenda que estimular estratégias de desempenho, cultivar boas práticas, diretrizes e ferramentas de gestão de empresas que estimulam a equipe a traçar metas e alcançar objetivos é de extrema importância.

Entretanto, para que a sua empresa tenha sucesso, é necessário algo a mais, e é justamente nesse ponto que entram os indicadores financeiros. Por meio deles, é possível realizar um diagnóstico preciso sobre o desempenho da sua instituição, possibilitando que o gestor possa avaliar se o negócio está acima ou abaixo do esperado.

Os indicadores de desempenho financeiro também servem para fazer o planejamento orçamentário. Eles mostram à administração da empresa se tudo o que foi orçado e traçado no início do período está dando os resultados esperados.

Quais são os principais indicadores de desempenho financeiro?

Agora que entendemos o que são indicadores de desempenho financeiro e deixamos bem clara a importância desses elementos para as empresas, mostraremos alguns dos principais índices que você pode calcular e começar a utilizar em seu negócio. Continue a leitura!

1. Índices de rentabilidade

Esse é um dos principais indicadores de desempenho financeiro. Ele revela o poder de retorno do capital investido na empresa. Assim, é possível verificar se um negócio é atrativo ou não. O valor é obtido por meio da divisão do resultado líquido encontrado na DRE pelo total do ativo.

Um exemplo simples da sua aplicação pode ser observado na simulação hipotética a seguir: considerando-se que foi investido R$ 10.000,00 em ativos no seu negócio, o que resultou em um lucro líquido de R$ 1.500,00 em determinado período. Nessa situação, a rentabilidade é de 15%, o que configura um excelente investimento.

2. Ticket médio

Esse indicador mede o valor médio de cada venda realizada. Ele auxilia o gestor a entender a dinâmica dos custos da sua empresa, principalmente em relação a aqueles gastos que interferem diretamente no produto ou no serviço vendido e que acabam por elevar o preço.

O cálculo desse importante indicador financeiro é bem simples. Basta dividir o faturamento pelo volume de vendas realizadas em um mesmo período. 

Caso o ticket médio seja muito alto, pode ser que a empresa deva privilegiar produtos mais caros e com qualidade superior. Se o contrário for verdadeiro, será necessário voltar suas estratégias para produtos mais baratos.

3. Índice de lucratividade

O índice de lucratividade não pode ser confundido com o lucro efetivo da empresa. Este é dado pela subtração entre o faturamento e os gastos de um período. O índice demonstra o quanto a empresa, efetivamente, pode gerar em termos de ganho a partir de todo o trabalho desenvolvido, considerando os custos e as despesas que ocorreram.

Esse indicador financeiro é obtido por meio da divisão entre o lucro líquido e o faturamento bruto, ambos referentes ao mesmo período. O percentual encontrado servirá para avaliar se o negócio é lucrativo ou não.

4. Grau de endividamento

O nível ou grau de endividamento, como o próprio nome sugere, mede a dependência do negócio em relação ao capital obtido com terceiros. Nesse montante incluem-se as compras a prazo, os empréstimos, os financiamentos e o capital social que, basicamente, significa a dívida que a empresa tem com os sócios.

O cálculo desse índice é feito a partir dos dados do Balanço Patrimonial. Porém, é muito simples de ser realizado. Basta que o passivo total seja dividido pelo ativo total. O ideal é que o resultado seja sempre menor que 1%.

Quais são os principais benefícios dos indicadores de desempenho financeiro?

Um dos benefícios que podemos verificar inicialmente é o reconhecimento de questões importantes sobre a empresa. Por exemplo, saber que a rentabilidade do seu negócio gira em torno de 15% e que o endividamento é de apenas 0,30% evidencia que a sua empresa vai bem e gera retorno com uma baixíssima necessidade de obtenção de créditos com terceiros.

Além disso, indicadores como ticket médio mostram como as estratégias da sua empresa vêm se comportando ao longo dos meses, possibilitando que você verifique a possibilidade de mudar o rumo dos seus negócios ou aperfeiçoar alguns pontos que podem contribuir para que o seu lucro aumente.

Por fim, podemos concluir que os indicadores de desempenho financeiro são uma ferramenta que, apesar de simples de ser obtida e analisada, pode causar impactos positivos ou evitar possíveis problemas futuros na administração das finanças de um negócio.

Gostou do artigo de hoje? Que tal continuar aprendendo sobre o tema? Confira outro artigo que preparamos para você, no qual mostramos os 8 principais termos financeiros que você precisa conhecer.

Kyvya Revoredo
Kyvya Revoredo é contadora, pós-graduada em comércio exterior pela UES. Gerencia a Contábil Rio, empresa com tradição no mercado de contabilidade desde 1955, executando um trabalho estratégico e utilizando as melhores práticas de redução de custos para as empresas.
4 indicadores de desempenho financeiro cruciais para as empresas
5 (100%) 1 vote